• R. Nereu Ramos, 205 - Centro - Vale Europeu Catarinense
  • CEP: 89121-000
  • CNPJ: 83.102.806/0001-18
  • E-mail: ouvidoria@riodoscedros.sc.gov.br
  • Telefone: (47) 3386 1050
  • Fax: (47) 3386 1051


Projeto de Identificação de Bovinos e Bubalinos - PIB

Projeto  de Identificação de Bovinos e Bubalinos no Estado de Santa Catarina é um sistema de identificação e monitoramento que permitirá, ao serviço de saúde animal e à sociedade, um maior controle e rastreabilidade da produção de bovinos e bubalinos, promovendo a segurança sanitária no Estado. Em Rio dos Cedros além das entidades acima identificadas a Associação dos Produtores Rurais de Rio dos Cedros também esta aliada neste empenho.

Equipe Responsável

Rio dos Cedros  vem  desde abril  realiza a colocação de brincos nos bovinos e bubalinos de nossa cidade. O coordenador Municipal do PIB - SC, Sr.  Otávio Russo Cunha, os Agentes de Identificação Animal: Valdir Cabral, Renato Barbosa, Gilmar Agostini, o Monitor e Agente de Identificação Animal Josué Petroski e o  Auxiliar Administrativo Carlos Valandro - podem ser vistos nas fotos abaixo realizando a brincagem  em várias propriedades.

Participantes

Todo Produtor rural que crie bovinos e bubalinos no Estado de Santa Catarina. Este Trabalho será elaborado e coordenado pela CIDASC por delegação da Secretaria de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Rural. A execução será, feita, em convênio com o Ministério da Agricultura,  Pecuária  e Abastecimento - MAPA e instituto Catarinense de Sanidade Agropecuária - ICASA. Este trabalho contará com o apoio e a participação de diversas entidades ligadas à agropecuária catarinense e de vários órgãos públicos estaduais e municipais.

Objetivos  

Diante das restrições impostas pelos países importadores ao comércio internacional de produtos de origem animal e vegetal, mais especificamente na área de saúde animal, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA, através da Instrução Normativa Nº 17, de 13 de junho de 2006, estabeleceu normas e procedimentos aplicáveis a todas as fases da produção para assegurar a rastreabilidade, a origem e a identidade dos bovinos e bubalinos.

Santa Catarina é hoje um grande produtor e exportador, principalmente de carnes de suínos e de aves. Tal posição leva a necessidade de desenvolver ações para elevar o padrão sanitário de seu rebanho, buscando se adequar às exigências sanitárias internacionais. Possibilitando a oportunidade de colocar seus produtos em mercados considerados nobres, obtendo assim melhor remuneração para toda a cadeia produtiva.

O status sanitário de Zona Livre de Febre Aftosa Sem Vacinação, conferido pela  Organização Mundial de Saúde Animal - OIE ao Estado de Santa Catarina,  possibilita exportar carne e seus derivados para todos os países do mundo. Para que esta conquista sanitária seja mantida e tenhamos a necessária confiabilidade, é preciso identificar individualmente todos os bovinos e bubalinos do Estado, por meio da aplicação de elementos de identificação animal (brincos) e do cadastramento dos produtores rurais e seus animais, possibilitando assim, avançar em direção a rastreabilidade dos bovinos e bubalinos em Santa Catarina.

Custos

Nesta primeira identificação, o produtor não terá custos com os brincos.  A CIDASC distribuirá, gratuitamente os brincos e emprestará os  alicates para a contenção do animal e para a colocação dos brincos, que deverão ser devolvidos para CIDASC , após a brincagem, para que o outros produtores possam fazer uso deles.

Documentação Necessária

  • CPF de quem buscar e se responsabilizar pelos brincos e por todo material que compõe o kit.
  • O nome do proprietário
  • O número de animais existentes na propriedade.

 

Forma de Identificação

  • Na orelha direita do animal será aplicado o brinco maior, de cor amarela, escrito SISBOV, com números pequenos e grandes, e o macho da cor verde, escrito na parte detrás SC_CIDASC.

 

  • Na orelha esquerda será aplicado um brinco menor, em forma de botão, de cor verde, também com o mesmo número do brinco maior, e o macho igual ao do brinco maior. Ele é um número de segurança em casos de perda do brinco maior. Exceto Animais registrados.

Animais sem Brincos

Após a identificação do rebanho do Estado, devo comunicar à CIDASC e à polícia notificando onde se encontram os animais e solicitar providências. Possivelmente, esse animais sem brincos são frutos de roubo ou de contrabando, vindos de regiões onde pode haver doenças que o nosso Estado já erradicou. Isso representa risco para toda a economia estadual e para o produtor catarinense, em especial.


Prazos

Os brincos deverão ser aplicados em todos os animais do Estado (bovinos e bubalinos),  até o mês de junho/08.

Informações

Nos escritórios da CIDASC, EPAGRI ou Diretoria de Agricultura da Prefeitura Municipal de Rio dos Cedros.

Prefeitura Municipal de Rio dos Cedros - Fone (047) 3386-1050
EPAGRI - (047)  3386 - 1582
CIDASC - (047)  3386 -  1313

Galeria de Fotos




Previsão do tempo




Prefeitura Municipal de Rio dos Cedros.